Docentes destacam qualidade de pesquisas científicas produzidas e apresentadas por alunos em congresso nacional sobre concreto

Um dos principais eventos nacionais sobre concreto, o 59º Congresso Brasileiro do Concreto, realizado em novembro, em Bento Gonçalves-RS, contou com cinco trabalhos científicos sobre diversos temas, produzidos por um grupo de alunos e egressos dos cursos de engenharia civil e química do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (Unifeb). Responsáveis pela coordenação e supervisão geral dos trabalhos, o docente Salmen Saleme Gidrão e o coordenador da Engenharia Química - Antônio Batista de Oliveira Júnior, realizaram recepção especial aos novos pesquisadores e destacaram a importância do comprometimento dos alunos para o fomento da pesquisa acadêmica na instituição e também como contribuição relevante para o mercado de trabalho.

Com os temas Análise de Concreto com Adição de Borracha de Butadieno Estireno, Viabilidade da Utilização de Resíduos Resultantes da Queima do Bagaço da Cana de Açúcar e da Casca do Arroz como Substituto para o Cimento Portland, Análise da Adição de Zinco a Massa de Concreto e Seus Efeitos Enquanto Aditivo, Concreto Modificado com Polímeros e Qualidade nos Serviços de Concretagem em Obras de Pequeno Porte, os trabalhos foram apresentado sem forma de painel, durante o Congresso.

De acordo com os alunos e egressos, o período de pesquisa e formatação dos trabalhos chegou a até dois anos e meio e envolveu desde estudo de artigos, avaliações técnicas, visitas em obras, inspeções, diagnósticos detalhados à apresentação de resultados e expectativas de teses apresentadas. O grupo apontou como desafio para a produção das pesquisas, o encontro de fontes confiáveis para apuração de dados, a adequação da teoria com a realidade praticada pelo mercado e o alto nível de exigência do Congresso.

Na oportunidade, o coordenador do curso de engenharia química do Unifeb, Antônio Batista de Oliveira Júnior, parabenizou o grupo e ressaltou a importância da preservação da cultura da pesquisa científica na instituição, “Trata-se de uma escrita técnica que desperta nos alunos afinidades e habilidades profissionais, reduzindo a passividade e fomentando a pró-atividade, conceito que estamos implementando através de metodologias ativas e conceito de sala de aula invertida”, disse. Também, com muito entusiasmo, o docente Salmen Saleme, professor responsável pelo desenvolvimento, falou da interdisciplinaridade dos cursos e o ganho desta fusão para o profissional formado pelo Unifeb, “Quando o aluno entende as aplicações que será responsável, o mercado ganha em eficiência e tecnologia, por isso é nossa missão criar uma ponte entre a ciência e a área de trabalho, formando profissionais de excelência”, finalizou.
Confira abaixo os temas e alunos envolvidos em cada trabalho apresentado no 59º Congresso Brasileiro do Concreto!


Postagens recentes

Recém-formada em Agronomia é aprovada em Mestrado na Unesp

 Pamela Castro, formada em Agronomia pelo Unifeb no ano de 2017, foi aprovada no mestrado na Unesp em Jaboticabal....

Inscrições abertas para Cursos de Férias na Escola de Tecnologia

 As inscrições estão abertas para os cursos “Time Roblox” ( para alunos de 8 a 17 anos), “Time Minecraft” ( de 6 a...

Docentes do Unifeb participam de Importante evento Odontológico em Brasília

 Discutir novidades em temas relevantes da área da odontológica é sempre algo de extrema importância. E com isso, d...

Curso de Especialização em Radioterapia está com Inscrições abertas até o final deste mês

 Com o decorrer dos anos a área da saúde em Barretos e região está cada dia mais em expansão, diante deste cenário,...