Projeto Piloto de “barco não tripulado” está em desenvolvimento no UNIFEB

Os alunos dos cursos das Engenharias Ambiental, Elétrica, Mecânica e de Produção e Ciências Biológicas do UNIFEB estão desenvolvendo juntos o projeto piloto de um barco não tripulado. O projeto, ainda em construção no CIT - Centro de Inovações Tecnológicas do centro universitário, conta com a supervisão e colaboração dos docentes. O protótipo tem como missão realizar coleta de água nos rios com baixa profundidade para utilização em pesquisas.

O professor do curso de graduação em Ciências Biológicas e Engenharia Ambiental do UNIFEB, Matheus Nicolino Peixoto Henares, destaca que “o projeto tem o objetivo de compreender melhor a dinâmica e os compartimentos dos ambientes aquáticos inseridos na Bacia Hidrográfica do Baixo Pardo Grande (CBH-BPG). Isso compreende o conhecimento das suas características físicas, químicas e biológicas, o que irá permitir adotar estratégias de conservação, preservação ou manejo desse ambiente.

Entretanto, frequentemente os locais de amostragem, são de difícil acesso, seja pela vegetação ripária preservada ou pelo impacto ambiental ocasionado pelas atividades humanas, tais como erosão, assoreamento, desmatamento, entre outros. Com isso, o objetivo principal desse barco é desenvolver um mecanismo eficiente de coleta de água, sobretudo nos pontos de difícil acesso, e montar um banco de dados que represente de maneira fiel às condições dos corpos hídricos da Bacia”, explicou.

Ainda de acordo com o docente Henares, “não é comum encontrar equipamentos como este no mercado; no 8º Fórum Mundial da Água, realizado em março de 2018, em Brasília-DF, conheci um protótipo de barco não tripulado. Este protótipo não apresentava as características e as tecnologias que contém o nosso barco em desenvolvimento aqui no UNIFEB. Outro ponto é a questão mercadológica, que é um fator relevante para nós, pois além do conhecimento técnico envolvido na elaboração e execução do projeto, existe a possibilidade de despertar nos alunos o lado empreendedor”, ressaltou Henares.

O barco será teleguiado pelo sistema de telemetria e de rádio, utilizando óculos 3D, em que os usuários controlam e pilotam o barco até o local para a realização da coleta automatizada da água.

De acordo com outro professor também envolvido no projeto, Marcos Nepumoceno, “o barco é de motor elétrico, e como apoio utilizamos também o maquinário aqui do FEB 360º - Espaço Maker para fazer todos os cortes das madeiras, modelando a estrutura do barco, entre outros itens. O casco é de um compensado naval, revestido com fibra de vidro, e com um mecanismo interno para a coleta”, detalhou Nepumoceno.

A previsão é que o projeto piloto do barco seja finalizado ainda no mês de março deste ano.



Compartilhe esta notícia:

Postagens recentes

Professores do UNIFEB apresentam trabalho de pesquisa na Espanha em setembro

Os professores do curso de Direito do UNIFEB, Danilo Henrique Nunes, Lucas Lehfeld e Mário Luiz Ribeiro tiveram trabalho...

Edital para gestão da Cantina do Colégio FEB está no site do UNIFEB

A Fundação Educacional de Barretos, responsável pelo UNIFEB e Colégio FEB, publicou edital para a Concorrência do Tipo M...

Colégio FEB conquista bom rendimento na avaliação do Sistema Etapa

O Colégio FEB recebeu o resultado final da prova geral do Sistema Etapa, uma avaliação realizada com os alunos das escol...

Aluna e professoras do UNIFEB em Harvard

A aluna do Curso de Direito, Fernanda Maia Iunes e as professoras do Claudia Regina Zani Luz, coordenadora do curso de D...